terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Fernão de Lima Lobo, 10.º avô de Monção, militar da Guerra da Restauração





  Fortalezas de Monção e de Valença


Homem forte, de garra, foi o antepassado mais próximo de mim que nasceu e viveu no Alto Minho.    Prestou serviços na Província do Minho por espaço de vinte e três anos, um mês e nove dias continuados do primeiro de Setembro de 1651 até 1674.
Os seus feitos encontram-se referidos nas imagens 135, 136, 137 do livro 7 das Mercês d´El Rei D. Pedro II







Baptizado em Monção a 6.1.1616, tendo o seu óbito ocorrido em Cerdal, Valença a 10.11.1680, onde viveu casado com Ana Soares de Caldas.



O seu filho, António de Lima Lobo, de quem descendo, viveu em Lisboa, São João da Praça e depois em Albergaria-a-Velha, Angeja onde exerceu o cargo de Ouvidor e Juiz dos Direitos Reais.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Distrito de Viana do Castelo

PdA da Capela de Santa Ana 
 Quinta de Fojo, Cerdal
(Foto de 2019)
 Casa de família de António de Lima Lobo, onde viveram seus pais, avós maternos
 e bisavós Álvaro Vaz de Caldas e Ana Soares, esta filha legitimada de Álvaro Soares, Arcediago de Labruja, Comendador de Tangil da Ordem de Cristo.

Álvaro Vaz de Caldas foi fundador da Casa de Fojo.
Com sua mulher Ana Soares instituíram o vínculo da Capela de Sant´ Ana  a 21.7.1600.
in Inventário da Heráldica do Concelho de Valença do Minho, de Alberto Pereira de Castro.



 Na Casa de Regadas, Arcos de Valdevez, S. Paio,
 PdA com as mesmas Armas.
Foto cedida por Sérgio Avelar






Caminha. Duarte d´Armas, Livro de Fortalezas, c. 1509
https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=3909707


Igreja Matriz de Caminha, onde têm sepultura  membros da família Lobo


Pelos Lima Lobo, de quem tive conhecimento nos paroquiais de Angeja, ascendência no distrito de Viana do Castelo e grande parte dos seus concelhos


Luísa Margarida Rocha de Lima Lobo, natural de Lisboa, S. João da Praça + Angeja 17.2.1749
[Casamento em Angeja com o Dr. João de Oliveira Miranda e Meireles, de Freixo de Espada à Cinta a 31.5.1705.]

António de Lima Lobo, natural de Valença, Cerdal
[Casamento com Ana da Rocha, natural de Vagos, Aveiro, filha de Manuel da Rocha e Maria Marques.
Óbito  na vila de Angeja a 6.4.1699.
Os pais  de António de Lima Lobo são referidos no processo de leitura de bacharel de seu genro João de Oliveira Miranda, de 1711, e pais e avós paternos e maternos  na diligência de habilitação do S.O. de seu irmão Bento de Lima Lobo.]
Fernão de Lima Lobo * Monção, baptizado a 6.1.1616  + Valença, Cerdal 10.11.1680
[Datas de baptismo dos irmãos : Tomé 28.12.1605; Margarida 28.10.1608; Paula 17.4.1611; Madalena 22.5.1613; Matias 10.6.1618, com o nome do avô materno, tendo sido baptizado pelo tio Padre Heitor Soares Tangil.][Casamento  com Ana Soares de Caldas, natural de  Cerdal, Valença, filha de António Vaz de Sousa, natural do Cerdal e Ana da Costa  de Lanções, natural de  Monção.]





Bento de Lima Lobo, natural de Caminha
[Casamento com Paula Felgueira Soares, natural de Gandra, Valença, tendo um primeiro casamento com Ângela Rebelo realizado em Monção a 13.11.1596. Viveram em Monção, onde lhes nascem os filhos. Bento e Paula são parentes, têm o casal de avós Álvaro Rodrigues Felgueira e Margarida Vaz Soares em comum. Paula, filha de Matias Felgueira Soares e Belizenda Soares Tangil. ]

Aos treze do mês de novembro do ano ut supra recebi e casei na forma da Santa Madre Igreja Ângela Rebela filha de António Pais Rebelo que Deus tem e de sua mulher Francisca Dias com Bento Leite filho de Fernão Leite de Caminha e foram presentes Dom Fernando Ozores, João Falcão, Cristóvão Soares, Gregório de Lanções e outros muitos.

Referido em 1630 na lista dos Irmãos nobres da Santa Casa de Misericórdia de Caminha, tal como seu irmão Francisco Leite Lobo, Abade de São Martinho de Freixieiro, cujo óbito ficou registado em Caminha a 27.2.1639. Na habilitação do S. O. deste irmão, de 26.6.1606, constam pais e avós, assim como na habilitação do marido da irmã Margarida Soares Leite, Brás Pita de Ortigueira, de 31.10.1618.]

Fernão Leite Barbosa, natural de Caminha
[ Óbito em Caminha a 2.3.1619.
Casamento com Isabel Lobo de Mesquita, natural de Valença, moradores em Caminha, onde ficou registado o seu óbito a 31.8.1619; filha de António Lobo de Mesquita, e Margarida Soares Felgueira,  neta paterna de Fernão Pires Calheiros e Maria Lobo de Mesquita, moradores em Valença e materna de Manuel Gonçalves de Araújo, natural de Valença e Madalena Felgueira Soares, natural de Monção, moradores em Valença.]

Bartolomeu Pires Calheiros, também referido como Bartolomeu Pires Aranha [ Casamento com Violante  Barbosa Leite, moradores em Caminha.]

https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4167689

Bento de Lima Lobo e o Abade Francisco Leite Lobo são irmãos, como ficou registado em Monção no baptismo de Isabel (nome da avó paterna)  a 29.9.1597, filha de Bento de lima Lobo e sua primeira mulher Ângela Rebela. 
Bento de Lima Lobo e Ângela Rebelo tiveram ainda filha Francisca( nome da avó materna) baptizada em Monção a 23.11.1598. Ângela Rebelo + Monção 4 de Junho ou Julho 1601.


Diligência de habilitação de Bento de Lima Lobo:


 Diligência de habilitação de Francisco Leite Lobo:
https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=2327574




Diligência de habilitação de Brás Pita de Ortigueira:






Fernão Leite Barbosa, Provedor da Misericórdia de Caminha


Fernão Leite Barbosa, escrivão da Misericórdia de Caminha em 1565, como consta em Portugaliae monumenta misericordiarum volume 4. Crescimento e Consolidação: de D. João III a 1580 - Doc.284
[ Em 1566 era Provedor da Misericórdia de Caminha Pedro Lopes Calheiros.] 


Diligência de habilitação de Fernão Lobo, notário apostólico, em Valença, de 1600, irmão de Isabel Lobo de Mesquita, onde se ficam a conhecer seus avós paternos [Fernão Pires Calheiros e Maria Lobo de Mesquita] e maternos [Manuel Gonçalves de Araújo e Madalena Felgueiras Soares e suas naturalidades]



          Óbito do Abade Francisco Leite Lobo:




Óbito de Fernão Leite Barbosa:



                 

Óbito em Cerdal de Fernão de Lima Lobo:
Aos dez dias do mês de Novembro de mil seiscentos e oitenta  anos faleceu Fernão de Lima Lobo com todos os sacramentos morador que foi na quinta do Fojo, e fez testamento teve três ofícios gerais nos três dias primeiros sucessivos foi sepultado nesta Igreja de Santa Eulália na Capela mor, e por assim ser fiz este assento era ut supra. O padre Miguel  Rodrigues


Por Ana da Costa de Lanços (Lanções), ascendência em Monção
Casada com António Vaz de Sousa  antes de 1592, pois em Monção ficou registado o baptismo de filho Pedro a 19.10.1592. [ São pais de Ana Soares de Caldas casada com Fernão de Lima Lobo.] 

Pedro Garcia de Lanços (Lanções) e mulher Maria Trancoso + Monção 5.5.1595
[Surgem  como pais de um dos últimos filhos em data próxima de Fevereiro de 1589 e são referidos s 8 de Setembro de 1600 no casamento do filho António Trancoso de Lanções com Ana da Costa.]

Ana da Costa e Gregório de Lanços (Lanções) + Monção 10.2.1599. [Casam em Monção a 12.7.1545].

Persival de Lira de Castro, como consta no casamento do filho, e Isabel da Costa, pais de Ana da Costa.

Percival de Lira era hijo de Lope de Lira,de la familia de los señores de Lira y de Grimanesa Pereira de Castro,una de las hijas de Afonso Pereira do Lago(+1502),fidalgo de la casa del rey D.Afonso V, y de su mujer Inês Vasques de Castro, señores de la Casa del Supegal. in Foros de Xenealoxia, Apelidos de Galicia.
[ Filiação que consta no Nobiliário de Felgueiras Gaio.]
Rui Gomes de Lira, que foi senhor de Lira e também viveu em Monção, onde foi juiz entre 1450 e 1466, casado com Urraca Bermudes de Castro, constam no Nobiliário como pais de Lopo de Lira.









Na habilitação de Bento de Lima Lobo é referida a Casa de Fojo, que era administrador da Capela de Santa Ana, como consta na Corografia Portuguesa .




Será por Ana da Costa de Lanções, mulher de António Vaz de Sousa, a ligação da Casa aos Araújo de Lobios e por Álvaro Vaz de Caldas aos Barbosa, que constam da PdA. 



Por Álvaro Vaz de Caldas, casado com Ana Soares [ Moradores na Casa de Fojo], ascendência em Paredes de Coura, em  Formariz e em Vascões e também em Valença, segundo Felgueiras Gaio:

Maria Barbosa de Sousa e marido António Vaz Tabuada

Henrique de Caldas e Sousa e  mulher Francisca Barbosa, moradores em  Mantelães, Formariz e também em Vascões.
[Francisca Barbosa, filha de João Fernandes Barriga e Brites Barbosa, moradores na casa de Boiamonte em Formariz; Brites Barbosa surge no Nobiliário de Famílias de Portugal como a filha legitimada de Brites Barbosa e Vasco Gonçalves, cuja carta de legitimação segue, sendo a mãe filha de Gonçalo Fernandes Barbosa e Brites Correia, da Casa e Torre Aborim, Barcelos.
João Fernandes Barriga, referido pelos genealogistas como filho do adail de Safim, Lopo Barriga, que consta na Crónica de D. Manuel, de Damião de Góis (embora tenha casado depois com D. Joana de Eça, terá tido este filho de um primeiro casamento com N Coelho, como diz Abranches Soveral.].

Diogo de Caldas e Sousa e sua mulher Isabel Rodrigues. 

Por Isabel Lobo de Mesquita casada com Fernão Leite Barbosa, ascendência em  Calheiros, Ponte de Lima e ainda em Afife, Viana do Castelo

 António Lobo de Mesquita casada com Margarida Soares Felgueira.

 Fernão Pires Calheiros casado com  Maria Lobo de Mesquita, moradores em Valença. 

Leonor Lopes Calheiros casada com Pedro de Afife.
[A filiação de Leonor Lopes Calheiros, em Títulos da Família de Calheiros. 

Garcia Lopes Calheiros, o Velho, senhor do Solar de Calheiros e sua mulher, de quem não se conhece nome.

Por Margarida Soares Felgueira casada com António Lobo de Mesquita, primos em 3.º grau canónico, ascendência em Pias, Monção e também em Calheiros, Ponte de Lima.

Madalena Soares Felgueira, natural de Monção, casada com Manuel Gonçalves de Araújo
[ Consta esta filiação de Margarida na diligência de habilitação de Fernão Lobo, irmão de Isabel Lobo de Mesquita, datada de 1600.]

Álvaro Rodrigues Felgueira casado com Margarida Vaz Soares.

Violante Lopes Calheiros [irmã de Leonor Lopes Calheiros], casada com Rui Felgueira, senhor da Torre do Sobreiro, Pias, termo de Monção.
[ A filiação de Violante Lopes Calheiros, em Títulos da Família Calheiros- imagens 6 e 7]

Garcia Lopes Calheiros, o Velho, Senhor do Solar de Calheiros e sua mulher.


Por Violante Barbosa Leite (casada com Bartolomeu Pires Calheiros), ascendentes em Valença, pelo pai, Abade Gonçalo Barbosa (com Violante Leite de Sousa, natural do Porto) , filho legitimado do Abade Vasco Gonçalves e Brites Barbosa, cuja legitimação consta da Chancelaria de D. Manuel I, em conjunto com os irmãos Brites, Maria e Violante.

Gonçalo Barbosa e Violante Leite de Sousa

Vasco Gonçalves, clérigo de missa, abade que foi em São Miguel de Fontoura, e Brites Barbosa (estando a ascendência de Brites referida anteriormente.) 



Carta de legitimação de Brites (Briatiz) Barbosa, filha de Vasco Gonçalves